Raposô

De 06 a 08 de Dezembro

Ficaremos hospedados no hotel Recanto das Águas

Valor R$700,00

Raposos é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2010 era de 15.345 habitantes. Pertence à Região Metropolitana de Belo Horizonte

Pontos turísticos

Histórico sobre os pontos turísticos da cidade de Raposos/MG

Igreja Matriz de N. Senhora da Conceição

A cidade de Raposos é dona da mais antiga Paróquia de Minas Gerais. Depois de fundado o seu povoado, em 1690, ergueu-se uma pequena Capela de pau-a-pique que servia para reunir os católicos. Enquanto o Arraial de desenvolvia os moradores iam aumentando a Capela. Com a ajuda da população foi transformada em Igreja, depois em Paróquia e por último em Matriz (1690 a 1724). Em estilo barroco e com obras de Aleijadinho, no fim do ciclo do ouro, a igreja foi abandonada e muitas de suas obras foram roubadas ou levadas para outras igrejas. Uma reforma feita em 1954 devolveu parte da beleza original da Matriz.

Matriz de N. Senhora da Conceição de Raposos

Ponte D. Pedro II

A Estrada de Ferro Central do Brasil, que foi inaugurada em 13 de fevereiro de 1891 com o nome de Estrada de Ferro Dom Pedro II, é a primeira linha ferroviária construída no Brasil. Os primeiros trilhos desta estrada foram assentados em Minas Gerais em 1º. de Maio de 1869, no trecho Ouro Preto – Raposos – Sabará, a estação de Raposos foi inaugurada em 13 de fevereiro de 1891. Sobre o Rio das Velhas, a 1 Km da estação, com destino a Honório Bicalho encontra-se a, Ponte de Ferro, com 300 Metros de comprimento, fabricada na Inglaterra e transportada em partes até Raposos, possuindo em ambos os lados as iniciais E.F.D.PII (Estrada de Ferro Dom Pedro II). Com a proclamação da república, a intolerância política retirou a talhadeiras, parte das inscrições das iniciais do Imperador. Em Ouro Preto, na mesma ocasião, furaram à faca os retratos dos imperadores banidos, que foram cedidos ao museu da Inconfidência.

Ponte de D Pedro II

Ponte D. pedro II

Mina de Morro Velho

A Mina de Morro Velho é a mina mais profunda do mundo com 2.500 metros de profundidade e 4.000 metros de extensão. Descoberta em 1814, com o passar dos tempos, o ouro foi ficando mais difícil de ser garimpado e a Mineração Morro Velho se instalou no município. Em 1830 ela foi adquirida pela empresa inglesa St. John d’El Rei Mining Company Ltd., que a inaugurou em 1834.

Mina de morro velho

Poço das Pedras – Poço Azul

Tanto o poço das pedras, como o poço azul, possuem um diâmetro de aproximadamente 8 metros, profundidade de 2,5 metros e temperatura variada em torno de 15º C. Eles são consequência de uma pequena represa que fornece energia à MBR. A água é cristalina e reflete uma cor esverdeada, com exceção de algumas épocas do ano que o tom da água fica azulado. A vegetação ao redor é pouco expressiva, constituída de pequenas árvores e vegetação rasteira. O peixe predominante no ribeirão é a piabinha. No local existem rústicas armações de cabanas que servem como bar nos fins de semana. Há também uma pequena plataforma utilizada como trampolim. A flora é composta de arbustos e flores silvestres.

Poço azul

Rio das Velhas

Cortando a cidade de Raposos, ao centro, e sendo considerado um importante rio em se tratando do desbravamento de Minas Gerais, o Rio das Velhas, antigo Rio Guaicuy, outrora navegável, recebeu este nome por ocasião da chegada dos bandeirantes que avistaram na beira do rio algumas velhas índias lavando roupa. Hoje, o rio serve ao garimpo e abastece grande parte de Belo Horizonte.

Leave a Comment